Fotografias

“(…) a Amalgama procura cruzar as artes na redescoberta do corpo dançante através dos seus espectáculos, fundamentados em princípios estético-artísticos muito próprios (…)”

Movimento Amalgama

A metodologia, princípios e fundamentos a serem aplicados, estão na base daquela que chamamos “Movimento Amalgama”, alicerçada na empática relação com o conceito de Dança Habilitativa (criado pela Dra. Graça Santos, colaboradora da Amalgama desde a sua fundação) e permeável a outros complementares, numa fusão mais holística do nosso trabalho.

Diáspora

Espectáculo de Dança e Música ao vivo, uma viagem na memória do Mundo, de diásporas de um povo Navegador, cruzando raízes do passado, presente e futuro, em miscigenações culturais, por onde a lusofonia passou, à procura do Novo Continente, no encontro da unidade nas diferenças, onde uma outra cultura nasce do cruzamento de todas, no Portal da Alma … Continuar a ler Diáspora

Tablao do Fado

Tablao do Fado é a primeira criação em Portugal apresentada e inspirada numa Casa de Fados de Lisboa em 2003 e tem vindo a expandir-se com sucesso por território nacional e internacional. É uma criação de pesquisa e fusão entre Fado e Flamenco, nestas duas expressões culturais da Península Ibérica, Patrimónios Imateriais da Humanidade, na linguagem da Amalgama. Uma procura de … Continuar a ler Tablao do Fado

Blimunda Sete Luas

Esta criação inspirou-se na personagem feminina Blimunda, do livro “O Memorial do Convento” de José Saramago, que foi o ponto de partida desta viagem. Mas é mais do que isso, é uma reflexão expressão do sentido do feminino deixado no século XVIII (e que prevalece em muitos), da mulher sábia que “vê” para além do … Continuar a ler Blimunda Sete Luas

A Mar

“A Mar“ (Dez 2011) – Na PARADA TROUGH MACAU, é recriado com elenco misto de bailarinos Amalgama e chineses locais, fecha este grande Projecto artístico que reuniu mais de 700 artistas do mundo durante 3 horas pelas ruas de Macau.

Filhos da Lua e do Sol

Fala-nos do cruzamento do espaço e do tempo, interior e exterior, do casal alquímico dentro de nós – seres alados ou meninos, elementais ou deuses, corpos da mesma semente, seres de Lua e Sol, Filhos das Estrelas, entre as duas colunas reajustando-se. Cavaleiros do Universo Uma criação viajante de intensa sensibilidade estética, que parte da … Continuar a ler Filhos da Lua e do Sol

Mater

Um espetulo inspirado na alquimia da transformaço e no eterno feminino símbolo de matriz de onde tudo nasce.

Terras da Lua

“Terras da Lua” (Agosto 2010) A Amalgama é pioneira na abertura de mais um espaço de programação em Dança em Monumentos e templos da Natureza, numa parceria com Monte da Lua, Parques de Sintra. Criação multidisciplinar especificamente pensada para Monserrate, no seu contexto romântico e ibérico árabe, onde seres do imaginário colectivo e mitológico se … Continuar a ler Terras da Lua

Revival

REVIVAL uma criação original que nasceu do Projecto UNITYGATE 2012 – Pontes e Intercâmbio Cultural entre Macau e Portugal   Fotografias © Ricardo Vong e António Mil-Homens

Venite in Silentio

As criações em residência no Convento de São Paulo, redondo, um espaço de programação anual e co-produção Espaço Arcana com “Arcana” (Out 02), “Mutações” (Out 03), “Venite in Silencio” (Out 04), os primeiros espectáculos de dança realizados numa igreja em Portugal. Outras realizações deste espaço foram; o filme Arcana, uma longa-metragem baseada na criação do espectáculo com o mesmo nome, o livro … Continuar a ler Venite in Silentio

Tablao do Fado – Panteão Nacional

TABLAO DO FADO marca a fusão essencial do fado e do flamenco, revelada de uma forma muito familiar e apaixonante, na linguagem da Amalgama. Press-Release.pdf

Singular

O “Singular” (Dez 03), na Culturgest, uma parceria artística com Plural-LPDM, uma criação que integra bailarinos com múltiplas deficiências motoras. Fotografias © Jorge Pereira

Reino dos Seres Imaginários

O “Reino dos Seres Imaginários” (Julho 04), no Jardim do Cerco em Mafra, uma criação itinerante, que enfatiza a realidade do imaginário colectivo dos contos e lendas, tal como do espaço onírico e imaginário da Natureza. Fotografias © Jorge Pereira