Eventos – Espetáculos

Imagem do cartaz do espetáculo Blimunda 2018

 

Esta criação inspira-se na personagem feminina Blimunda, do livro “O Memorial do Convento” de José Saramago, que foi o ponto de partida desta viagem. Um olhar da história através de Blimunda Sete Luas que se reflecte em sete passos da história pelos corpos dançantes amalgama, cinco mulheres onde se juntam os espíritos da mae e da Blimunda. É também uma reflexão da expressão e do sentido do Feminino eterno e na essência das palavras de Saramago.

Mulher menina e sábia ou anciã, que em cada luto traz um renascimento, a que “vê” para além do normal, no afastamento, em solidão, no crescimento forçado, em dons, no nutrir, cuidar, preservar, suportando emoções e dores, no perfume da sensualidade, em entrega e inteligência, na simplicidade do ora e labora incansável de companheira, da que continua sem nunca duvidar, da que se entrega sem nada esperar ou ter, da que honra a lealdade e o sacro ofício, da que com coragem se perde para se encontrar, da que uiva sem medo na morte, da que procura até encontrar, da que cuida e dá forma, da que sabe esperar e amar incondicionalmente…

Blimunda Sete Luas, revela-se nas sete mulheres (cinco bailarinas , os espíritos da mãe e o da Blimunda) que compõem esta criação. É um hino à essência do Feminino desejado eterno e livre.

Blimunda Sete Luas, revela-se em sete passos da história, que compõem esta criação:

1 – Perde a Mãe que é deportada para Angola (inquisição, solidão, luto e.. noivado).

2 – Encontro com Baltazar Sete Sois (fusão e entrega amorosa, a noiva), queda dos véus. Alegrias e sofrimentos.

3 – A sua Visão, o seu dom que vê os outros por dentro.. mas não Baltazar,come antes de abrir os olhos, para não o ver . Só o ve em jejum…

4 – O trabalho, a construção da passarola, enquanto que Baltazar e o Padre Bartolomeu discutem os planos … ela trabalha na construção dos mesmos.

5 – Recolhe as Vontades que compõem o Éter necessário para fazer Voar a Passarola.

6 – Finalmente Voam e Caem (fazem voar a Passarola, mas os ventos mudam e ela cae…) e Baltazar desaparece.

7- Procura incessante até encontrar o seu Amor (9 anos sem nunca ter desistido de o procurar, em desespero e loucura).

Encontro e morte de Baltasar (nas fogueiras da Inquisição no Terreiro do Paço, ainda vivia quando o viu…). Recolhe a sua Vontade pois junto de  Blimunda e a Terra pertence.

Sublimação e Eterno Retorno .

Anúncios